quinta-feira, março 08, 2007

Carta de um criminoso


Criminoso, traidor a Portugal e assassino são epítetos que só podem parecer brandos quando aplicados a Rosa Coutinho, um dos maiores facínoras da nossa história. O documento anexo, em boa hora revelado pelo blogue "Orgulhosamente Só", fornece mais um exemplo.

2 comentários:

Euro-Ultramarino disse...

E a criatura depois dedicou-se a negociatas comercias de todos os tipos com os seus velhos camaradas
da cleptocracia marxista e assassina do MPLA.

acja disse...

É um documento que precis ser divulgado, não o conhecia infelizmente, somente quando um camarada me enviou eu pude lê-lo e publica-lo no blog, creio que um outro blog já o tenha feito, mas já há muito...
Saudações!