segunda-feira, agosto 20, 2007

Admirável mundo novo

Um "cientista" italiano afirma que a humanidade será bissexual, já que «o homem está a perder as suas características e tende a transformar-se numa figura sexualmente ambígua, enquanto a mulher está a tornar-se mais masculina. Desta forma a sociedade evolui para um modelo único».
Confundindo ciência com o mais despudorado wishful thinking («as alterações hormonais em homens e mulheres são «o preço que se paga pela evolução natural da espécie, que é positivo porque nasce da busca pela igualdade entre os sexos»), o sr. Umberto Veronesi, médico e ex-ministro da Saúde (!), serve uma agenda político-societal que há muito deixou de ser discreta.
Se o futuro da humanidade não for bissexual, no curto e médio prazo não se safa de ser de uma cretinice atroz.

5 comentários:

Flávio Gonçalves disse...

Eu há anos que venho a defender que o Huxley acertou muito mais que o Orwell (ou o Zamiatine, já que se trata de um quase plágio).

Eu creio que vivemos actualmente já no Admirável Mundo Novo.

Carlos Portugal disse...

Caro FSantos: O que esse «médico» afirmou já é uma cretinice atroz!

Não passa de mais uma tentativa para promover o lobby gay e, assim, tentar diminuir a população mundial por baixar a taxa de natalidade.

Comigo não contam (já tenho dois filhos e conto ter mais, já que estou muito bem casado).

Cumprimentos.

O Réprobo disse...

Aliás, já, tempos atrás se disse coisa parecida, relacionada com a morfologia, que as luminárias condenavam ao hermafroditismo.
Abraço

O Réprobo disse...

semeia uma vírgila à frente de "atrás", ehehehehehe.

navegação disse...

Meu Caro FSantos

Mais um tentativa de promover a cultura lobby gay, por parte desses senhores do politicamente correcto.

Um bom fim de semana