sábado, março 18, 2006

Surpreendente?

Será que esta notícia é surpreendente? Afinal de contas, quem é que inventou as lojas de penhores?

12 comentários:

alex disse...

Não sabia que o FSantos também alinhava nestas ideias 'pret-a-porter'.

1 - essa 'actividade' era já conhecida de outros povos e em outros pontos do globo, muito longe do antigo Reino de Israel.

2 - essa ideia perpassou devido a uma campanha de desinformação movida há muitos séculos atrás.
É curioso que, de forma supinamente hipócrita, afirmava-se que aos cristãos estava vedada essa actividade...o que era completamente falso. Um disparate.
Cristãos 'cambistas' (e até na 'agiotagem') era coisa que não faltava.
Os cristãos eram, pelo menos (para não dizer outra coisa), tão 'apaixonados' pelo dinheiro, pelas riquezas, pelo lucro e pelo ouro com todos os outros.

pedro guedes disse...

Sempre o Buiça e as "campanhas de desinformação"... também acredita no Pai Natal... :)

alex disse...

Isso pergunto eu ao Pedro que, para alem do Pai Natal, ainda acredita no Easter Bunny e tem uma enorme paixão pela literatura de ficção!

:)

Nonas disse...

Caro FSantos, é claro que não tem nada de surpreendente é apenas e só o cumprimento do Talmud e do Schulckan Aruk!

Anónimo disse...

«Cristãos 'cambistas' (e até na 'agiotagem') era coisa que não faltava.»

Esses "cristãos" deviam ser como os nossos de hoje que são "não praticantes" ou a favor do aborto.

NC

alex disse...

O NC devia documentar-se um bocadinho melhor sobre certas coisas e deixar de 'emprenhar pelos ouvidos'.
Ok?!

Como não sou cristão, nem judeu, nem muçulmano, nem budista, nem pagão...acho que posso abrir uma 'loja de penhores'. :)

Anónimo disse...

O que é que o Buiça não percebeu? É ou não verdade que a Igreja sempre condenou a usura? Se sim, um cristão/católico que se dedique a tal prática, pura e simplesmente não é católico, porque para ser-se católico não basta dizer "eu sou católico", percebeu?

NC

alex disse...

"a Igreja sempre condenou a usura"

Está a brincar?!
Só pode.

Ó Homem...a própria Igreja Católica tem um banco!
(e nada pequeno, por sinal)

Quanto e quantos católicos não são proprietários e/ou dirigentes de bancos por esse mundo?

E, já agora, existem cristãos sem serem os católicos.
Os protestantes nunca condenaram a usura.
E países de maioroa protestante não faltam por essa Europa...

Capicce?

Desde que existe moeda, existe usura.
E a moeda, que se saiba, não foi inventada pelos judeus.

Percebeu agora?

Anónimo disse...

Mas você está sequer familiarizado com o conceito de usura?!

Olhe, entretenha-se com este link http://www.catholic.com/thisrock/1997/9709fea3.asp e não diga disparates.

NC

alex disse...

Pois, pois...fuja, fuja.
A realidades CONCRETAS que lhe apresentei não respondeu.
Responde-me com retórica.

Lindo!

alex disse...

Vá falar contra a usura aos protestantes que eles contam-lhe uma história.
Se forem calvinistas ainda correm consigo à vassourada!

Quantos católicos (da 'Obra' e tudo) há a presidir a bancos?

O Vaticano...(esqueça a retórica por um segundo)...tem um Banco, ou não tem um Banco?

Gosta de riquezas e lucro, ou não?

Quem está a dizer disparates não sou eu.

E, já agora, porque é que o dinheiro não pode ter preço?
O NC tem noções de Economia?

Anónimo disse...

O Buiça é um pândego! Eu apresento-lhe um artigo que explica detalhadamente o que se entende por usura e qual a posição da Igreja em relação à mesma, e você diz que eu "fujo" e respondo com "retórica"?! Vá lá ler o artigo que só lhe faz bem.

«Vá falar contra a usura aos protestantes que eles contam-lhe uma história. Se forem calvinistas ainda correm consigo à vassourada!»

Mas quem é que está aqui a falar de protestantes? Pensei ter sido claro: refiro-me aos CATÓLICOS.

Mas quer «realidades concretas»? Eu conheço um comunista que tem uma fábrica e não paga horas extraordinárias aos operários. Isso significa que o comunismo defende a propriedade privada e a exploração dos assalariados? Também sei de um empresário liberal que não se cansa de mamar na teta do Estado. Isso significa que o liberalismo é a favor da subsidiação da economia?

Está a ver como este jogo das «realidades concretas» é giro?

NC