sexta-feira, dezembro 22, 2006

Os inversores

O governo espanhol anunciou hoje que vai financiar a 100% mudança de sexo a partir de 2008. Leram bem: 100%. Numa altura em que todos os governos da União Europeia tentam (supostamente) cumprir critérios de disciplina orçamental, o governo do PSOE define como prioritário financiar as pataletas mentais de alguns invertidos.
É patético (e sinistro) verificar como a esquerda, perante a evidência do fracasso do seu modelo económico - e consequente aceitação do capitalismo como melhor forma de afectação de recursos e produção de riqueza na sociedade -, se tem virado para uma ofensiva aos valores antigamente epitetados pelos comunistas e alguns socialistas como "burgueses" e que mais não é que o desmontar, peça a peça, a estrutura tradicional (ou o que resta dela) das nossas sociedades ocidentais, assentes na célula familiar.
O que está em causa é uma revolução imposta pelo poder, apoiada pela comunicação de massas às ordens e inoculada numa população cada vez mais amorfa e mergulhada nas precupações do quotidiano e no divertimento tornado objectivo máximo da existência.
Quando (e se) acordarem será demasiado tarde.

6 comentários:

Thoth disse...

O que era preciso, amigo Fsantos, era mudar-lhes o interior da cabeça, ou do que ainda resta lá dentro?

Cumprimentos

alex disse...

A Espanha, ao contrário de outros países, não precisa de se aborrecer muito com 'disciplina orçamental', pois o 'problema' do Estado espanhol é o que fazer com o .....superavit.

Anónimo disse...

Zapatero y sus muchachos no seu melhor :)
Só me ocorre o título de um filme : Melhor é impossível!
Que mais disparates se irá propor fazer este tonto de remate, no tempo que ainda lhe resta de legislatura?
JLL

AA disse...

patético

AA disse...

disse patético? queria dizer decadente.

Anónimo disse...

Zapatero acaba con España......