sexta-feira, janeiro 26, 2007

Um postal (infelizmente) sempre actual

(Com um abraço especial para o Pedro Guedes e todo o meu desprezo para a senhora Pinto.)
**
«Está agora na moda criticar-se o anonimato da grande maioria dos blogueiros, insinuando-se que o mesmo lhes permite tomar atitudes irresponsáveis e criticar descabeladamente certas individualidades sem receio de ter de prestar contas. Os senhores jornalistas e políticos que veiculam esta ideia deviam ter vergonha: pelo monopólio das ideias que detêm e que impõem, pelo terrorismo ideológico que alimentam e pela estigmatização daqueles que ainda vão tendo forças para criticar o estado em que se pôs o nosso País, são eles os responsáveis pelo recurso ao anonimato dos heterodoxos blogueiros da nossa praça. Foram eles que (n)os atiraram para as margens do debate político, de ideias e cultura, são eles que zelam pela inviolabilidade do seu dogma societário e ideológico, são eles que odeiam a liberdade de expressão e que, escudados na hipócrita defesa da mesma, funcionam como comissários políticos à cata dos "proscritos". A quem depois criticam o seu anonimato.»
**
(Texto original completo aqui.)

1 comentário:

EURO-ULTRAMARINO disse...

Caro FSantos:

Partilho o seu desprezo por esta cáfila partidocrática. Jamais pensaram em outra coisa que não fosse o seu interessezinho muito pessoal, e o da sua camarilha. Portugal, por eles mutilado e arruinado, é mero couto de caça.

Um abraço