segunda-feira, maio 14, 2007

Memes

O Restaurador foi o primeiro a desafiar-me; seguiu-se-lhe o temível Dragão; não quis ficar atrás o meu amigo Réprobo. Todos me instam a aderir à corrente dos memes, um neologismo horroroso que é suposto designar «algum conhecimento que passas a outros contemporâneos ou a teus descendentes». Na prática os "acorrentados" estão a recorrer a citações e eu não vou fugir à regra.
Há muitas citações que posso referir como emblemáticas da minha evolução cultural e política mas, por uma questão de princípio, "a" citação teria que ser de origem nacional, mais concretamente de El Rei D. Pedro V:
«O espírito utilitário do nosso século abaixa o nível das ideias do homem, e produz a infeudação do espírito à matéria.»
Seguindo o exemplo do supra citado Réprobo, deixo-vos outras citações, com dedicatória a estimular o desafio, ao qual naturalmente poderão voltar as costas pois estas correntes são, como diria o Jacinto de "A Cidade e as Serras", «uma seca».
Para o leitor Legionário: «Nas crises políticas o mais difícil para um homem honesto não é cumprir o seu dever mas conhecê-lo.» (Louis de Bonald)
Para o Corcunda: «Quando os povos deixam de estimar, deixam de obedecer. Regra geral: as nações que os reis consultam começam com votos e acabam em vontades.» (Antoine de Rivarol)
Para o Pedro Guedes: «Nunca votei e nunca votarei para nada nem para ninguém. Não acredito nos homens.» (Louis-Ferdinand Céline)
Para o Euro-Ultramarino: «Só haverá eleições verdadeiramente livres quando a esquerda não tiver hipóteses de as ganhar.» (Presidente Bordaberry, do Uruguai)
Para o Nonas: «O século da cavalaria acabou. O dos sofistas, dos economistas e das calculadoras sucedeu-lhe; e a glória da Europa apagou-se para sempre.» (Edmund Burke)

5 comentários:

Anónimo disse...

Precioso apontamento. Como sempre... E também gosto muito da dedicada ao Nonas, por razões académicas.

Grande abraço do amigo

O Corcunda

Anónimo disse...

T’á certo! Se bem que, de França, até os franceses anti-revolução me provocam alguma...urticária!
Uma máxima bem "antiguinha" lá dos lados da Grécia, Roma (a eterna) ou quiçá do oriente, vinha mais a calhar.
De qualquer forma esse franciú que mencionaste não t’á mal.

Vê lá se ligas com novidades...
Grande abraço

Legionário

Anónimo disse...

E isto ainda não é nada!... Depois do "meme", vou mandar a múmia.

Dragão, o (Marm)anjo exterminador

Euro-Ultramarino disse...

Obrigado pela lembrança, Caro Amigo.

O Réprobo disse...

O meme real foi muitísimo bem achado e toca na maior chaga do tempo, de onde a gangrena alastra às restantes.
Abraço