sexta-feira, outubro 26, 2007

Rede internacional de denúncias

Quem pensar que, por ter o blogue ou página instalado num servidor nos EUA, está ao abrigo da censura nacional desengane-se: um site português especializado em segurança on-line aderiu formalmente a uma rede internacional de denúncias, o que permitirá aumentar "a eficácia no combate aos conteúdos ilegais na Internet". Essa rede integra 27 países europeus e não europeus como a Austrália, Brasil, Canadá, Coreia do Sul, Islândia, Japão, Taiwan e Estados Unidos (sublinhado meu).
E que conteúdos são ou podem ser esses? Dividem-se em três categorias: pedófilos, xenófobos ou de violência extrema. Não seremos nós a lamentar que os sites dedicados à pedofilia sejam erradicados da Rede; mas quando toca a xenofobia já se sabe o grau de discricionaridade que o conceito encerra: pode tratar-se de referências insultuosas a imigrantes ou a pessoas de outras raças; mas qualquer crítica genérica à imigração pode cair na alçada da crimideia; e nenhum de nós está livre de se ver denunciado ao alojador do Blogger.
A coisa demora mas há quem sonhe com o dia em que todos amaremos o Grande Irmão.

2 comentários:

GdR disse...

sinais do totalitarismo. já parodiei a situação na Gazeta, que é a melhor forma de levar a coisa... por vezes sinto-me em pleno 1984, com um cubículo no quarto onde posso escrever sem ser vigiado: a blogosfera. se até esta começarem a sistematicamente a atacar, não sei não...

Anónimo disse...

Livra! Até me apetece fazer a pewrgunta dos esquerdóides de há alguns anos atrás, quanto ao «Grande Irmão»: «Mas não se pode exterminá-lo?»

E ainda falam do Adolfo! Ao pé desta cambada,era umdemocrata.