sexta-feira, maio 26, 2006

Inércia...



(Desenho de Chard, "Rivarol".)

2 comentários:

Paulo Cunha Porto disse...

Mas sempre foi assim, até na revisão leninista do marxismo. Assente que se dava a existência da exploração, antes que a descoberta da lei da utilidade marginal a viesse infirmar, pretendia-se complementá-la com a instilação da «consciência de classe», fingindo não notar que assim se tornava filosoficamente nulo o primeiro conceito. Na etnia vale o mesmo, "mutatis mutandis".
Abraço.

F. Santos disse...

Os teus preciosos contributos complementam os meus sumários postais.
Um abraço.