segunda-feira, abril 30, 2007

Informação alternativa, espaços de liberdade

Convido os meus leitores que não tenham esse hábito a dar uma vista de olhos regular pelas ligações da direita. Para além de facilitarem o acesso a páginas da vossa preferência, tento actualizá-las ao sabor das minhas descobertas, como é o caso de há poucos minutos com o recomendável blogue Mneme. Ou com o novo projecto Abril, Prisões Mil, que pretende recolher «Memória e Testemunhos das Prisões Políticas depois do 25 de Abril de 1974», algo que o regime pretende ocultar, pois é suposto que a data referida tenha acabado com as prisões por delito de opinião, algo que, como se sabe, só existe nos regimes fascistas...
Temos também a Alameda Digital, já no seu oitavo número (houve um número zero), que é bem capaz de ser o melhor de todos os até aqui colocados online. No meio de ilustres e meritórios contributos, também garatujo por lá umas notas sobre música, desta vez sobre o panorama dos concertos no nosso país.
Em falando de informação alternativa não se pode deixar de referir o Projecto Grifo (imperdível este artigo) e o Novopress, páginas onde se pode obter informações regra geral esquecidas pelos media, bem como reflexões sobre o mundo que nos rodeia com uma perspectiva claramente não conformista.
Porque não só da actualidade imediata se faz a compreensão do que nos rodeia, também a doutrina é fundamental para cimentar convicções e solidificar argumentos em prol da ideia nacional. A Causa Nacional tem tido um papel louvável na divulgação de textos de autores nacionais e estrangeiros que contribuem - e de que maneira - para um enriquecimento da reflexão nacionalista, nas suas diversas vertentes.
Embora caminhemos inequívoca e rapidamente rumo a um planeta-prisão, não vão faltando vozes corajosas e determinadas em lutar pela sua liberdade, as suas raízes - e o seu futuro.

1 comentário:

Opintas/Bernardo disse...

Boa noite. Linkei "abril ", um local que fazia falta.
Um abraço.