segunda-feira, novembro 12, 2007

Gangsters de alto calibre

Sirvo os Marines há já 33 anos e posso dizer-vos que não há um único método utilizado pelos gangsters que nós não tenhamos utilizado e aperfeiçoado. Eles recorrem a bandidos para nos intimidar e eliminar, ao passo que nós somos os homens de mão do Big Business, de Wall Street e da banca. Em 1903 assaltei as Honduras por conta das empresas frutíferas; em 1914 saqueei o México e Tampico por conta da American Oil; coloquei Haiti e Cuba a ferro e fogo para que a malta do National City Bank aí pudesse sacar a massa. Abalei e vandalizei uma meia dúzia de países da América Central para que se submetessem à rapina de Wall Street. Em 1912 limpei a Nicarágua com sulfatos por conta da Brown Brothers. Peguei fogo à República Dominicana a favor da American Sugar. Al Capone é desprezível em comparação com o exército dos EUA. Ele, na melhor das hipóteses, controlava três distritos de Chicago; nós controlamos e saqueamos três continentes.
***
Declarações do major-general Smedley Butler, em 13 de Outubro de 1933, perante a Academia Militar de Washington, citadas por Pierre Vial na edição de 26 de Outubro do semanário Rivarol (texto disponível em linha só até quarta-feira; após esse dia podem pedir-mo por e-mail).

2 comentários:

Carreira disse...

SILÊNCIO CULPADO disse...
Perante uma grande sacanice que está a ser feita sobre alguns professores que não recebem vencimento,têm horários d e12 horas ou estão a recibos verdes sugere-se que todos os blogues publiquem a notícia que está no http://cegueiralusa.com

pvnam disse...

... massacre de índios e ROUBO das suas terras...

... Afeganistão e o ópio...

... Iraque e o petróleo...